18 de maio de 2008

Desapareci

aaa
aaa
Se eu desaparecer, meu bem
Procure-me no além, único porém
Pela praça, pense bem.
Vá à oficina, à padaria, Jerusalém.
Porta de escola, casa de tintas, armazém.

Se eu desaparecer, meu amor
Toque tambor, solte calor, aniquila dor
Recorte passado, chova no molhado
Afina flor.
Borde dança marcada, passeata, licor.

Se eu desaparecer, meu querer
Desespere não.
Tô num vendaval qualquer, abaixo do pé
Nuvem de algodão.

8 comentários:

.raphael. disse...

Lembra o que eu falei da primeira vez? Que você Nunca desapareceria! eheheh
Então, ta aqui ainda, guardadinha! Isso prova o quanto vc é atemporal! :):)

Aquele beijo de sempre!

Sujeito Oculto disse...

Não consigo escrever poesia. Acho que é uma falha de caráter. Depois penso melhor sobre isso e explico.

CeiSa disse...

Se vc desaparecer eu vou me preocupar sim, com certeza! rs

:)

Lindo demais!

Beijos!

Pavón disse...

Se vc desaparecer...
Colocamos todo o mundo atrás de ti, chamamos a CIA, FBI, e a IAKUZA.... colocamos fotos suas espalhadas pela cidade, recados de "volta logo" por todos os lados, sacrificios aos Deuses do Olimpo...
Mas se mesmo assim vc nao aparecer... ai é sacanagem, uma trabalheira dessa e nem um sinalzinha que tah viva? rsss

Beijooo.....e nao desapareci, senão já sabe....rss

LindaRê disse...

Desaparece não... rs.

Flávia disse...

Se desaparecer, já sabe - eu encontro vc, pq vc está sempre comigo :))

amo, amo, amo.

Beijo, beijo, beijo.

Belíssimas Palavras disse...

Desaparecer?
Impossível tal proeza... E mesmo se coisa e tal. Te revelarias a cada palavra de amor pronunciada, ou mesmo sussurrada, ou ainda pensada... És infinita, de beleza rara e de valor incalculável.

Geovana Mara disse...

Meldels!!!
De onde sai tanta criatividae,tanta vontade e dedicação???

Confesso que não compreendi muito bem esse poema mas mesmo assim eu adorei!!


Bjs e parabéns pelo blog!!