16 de junho de 2008

seguro domínio

aaa

Escrevi meus desejos na palma da mão.
A linha da vida ocupou-se pela metade.
aaa
Heroísmo, mesmo assim, tarde demais.
aaa

11 comentários:

LindaRê disse...

Talvez eu ocupe uma linha inteira...
Beijos

.raphael. disse...

Nunca é tarde pra reescrever! :)

Aquele Beijo! :)

Kiara Guedes disse...

e a vida de suas palavras... ainda bem.

cheiro!

Paloma disse...

O bom é juntar a da vida e a do coração para ver no que dar. Tão bonito seu blogue, leve, leve.

Anne disse...

Bom, se eu for escrever todos eles, não vai ter espaço o bastante na palma da mão, talvez nem mesmo na linha da vida toda. Mas no momento tem um, bem grande, que seria o primeiro (vc sabe qual)e único que escreveria, pq é o único que eu gostaria de realizar agora, já, ONTEM!!!

Acho que nunca é tarde demais, minha flor...para o que se deseja nunca é tarde. Afinal, vc sabendo o que deseja, sempre pode lutar por isso, não é mesmo? Esgote as possibilidades e, aí sim, desista se achar q nao vale mais à pena...mas tente, não é assim que se consegue?

Beijos, mtos!

Sujeito Oculto disse...

Como tarde? Faz o que quiser a outra metade!

Ceisa Martins disse...

O cantinho ta lindo de caraa nova!
:)

Beijos!

Flávia disse...

Nananinanão.

NUNCA é tarde.

Repita comigo: NUNCA é tarde.

Cada segundo é um recomeço em potencial. Cravemos as unhas neles...

Beijos, amiga-metade.

Pavón disse...

Aprendi que nós mesmos podemos redesenhar as linhas da palma da nossa mão, e fazer o "tarde demais", virar o agora, o hoje, o cedo...
;)

Beijos!

Ígor Andrade disse...

Existem tantas linhas...

Diogo disse...

A outra metade está em branco, aproveita, Paty!
Ah, a propósito:
- Já conheces a outra metade dos seus desejos?