15 de outubro de 2008

ao simples das coisas

15 de outubro de 2008.

"Dizem que em cada coisa uma coisa oculta mora.
Sim, é ela própria, a coisa sem ser oculta,
Que mora nela."
Alberto Caeiro

Pontuar meus sonhos no espaço dos sonhos.
No real, eu não domino o nascer e o morrer do sol. Nem da lua. Nem você que sou, este verbo sem conjugações.

Dizer que amo para que o outro sinta, e não diga.
Dos amores gratuitos, os que eu acredito. E falo sem usar signo. Porque quando digo, fujo e guardo. Amo você fica ali, jogado, de canto.

Terminar meus dias de ferro, toda a carne de fora (pra dentro).
Os dias que não terminam e são efêmeros, além da carne que usurpam de mim. E o tempo; ah, o tempo quase senhor...

Sentir a água a escorrer por mim, e em mim perpetuar a escassez de vazio.
Pensas que vago assim, como quem não atravessa? Atravesso enraizando, mesmo com os pés fora do caminho óbvio. Quando não vou, já estou lá. Se vou, faça o outro o meu chegar.

Ver, só.
O maior de todos. Deixo para tantas ações o meu completar. Finalizo os sins; recomeço, nova, de todos os fins.

5 comentários:

Carlos Henrique disse...

Uhuuuu palavras no acorde perfeito prima xike 10 adorei!!!

bjosss do nenem

Flávia disse...

É essa perpetuação da escassez de vazios que nos faz inteiros, embora incompletos - e é essa incompletude inesgotável que nos faz seguir em busca dos passos que são nossos nessa vida, e agregá-los à nossa caminhada, e absorver o mundo num crescente contínuo, ora compassado, ora descompassado...

Coração é bússola que dita direção e ritmo. Capisce?

Beijos, e meu amor a passos largos, paralelos aos seus.

.raphael. disse...

Os amores gratuitos são os mais sinceros não!?
Vejo você completa nesse texto. Em cada ponto!!

Beijo

Pavón disse...

A agua escorre por nós quando precisamos nos libertar do vazio instalado para preencher com sentimentos que vem de dentro... mas enquanto eles nao vem, preenchemos o rim com vodka, oq acha? rsss

Beijooo!!

Ígor Andrade disse...

A simplicidade é o caminho minha amiga. Pontuo sonhos vindo aqui.
Abração!