6 de outubro de 2008

PARA:

06 de outubro de 2008

“And I wanna walk with you
On a cloudy day
In fields where the yellow grass growsknee-high
So, won't you try to come?”
(Norah Jones – Come away with me)
Venha até a mim.
Não tenha medo...

Meus pensamentos ganharam as cores de quando a ternura compõe os espaços, e preenche os impérios de objeções que o meu coração andou reescrevendo. Ele escreve, sem letra, o som da emissão dos calores, as minhas súplicas. Refaz meus quereres e adivinha o humano que, de fato, mora em minha raiz. E quer, a humanidade que é tua, meu coração iletrado.

Eu estou nascendo outra vez, primeira, um lar aberto. Eu nasço coisas que se vão à direção deste caminho de ar para usufruir os teus risos nos meus sem fim. Passo a passo, no ritmo do que faria minha voz com a presença dos teus ouvidos, do dizer a origem do sentimento recente-companheiro.

Tanto eu já quis... Que já não faço de desejar, mas de cumprir as tarefas de te cuidar que meus olhos assinaram e assumiram não mais que antes, para logo sempre. Eu te estendo a mão e firmo minha alma, como quem segura com a fortaleza do corpo e o coração.

Agora estou neste instante de poder de mim, em que revivo, ininterruptamente, o mesmo futuro criado nos verões, e cada sorriso depois das satisfações da pele, o sangue transbordando as veias e alagando estes membros pra tocar o teu abraço.

Nós da gente, este meu. O medo.
Venha.

9 comentários:

LindaRê disse...

Adorei o texto.
Beijos

.raphael. disse...

oww... como ficou mais belo ainda com esse final! Quer descrição mais propícia para o sentimento que o "coração iletrado" ??

Um dia quero fechar os olhos, ouvir essa música e ouvir vc lendo esse texto. É assim que o li e imaginei, por tão leve e cheio de vida que ele é!

Beijãozão

Flávia disse...

Gente, que lindo ficou o novo lay!!

E linda é também essa declaração de um amor desmedido e resignado frente à sua condição de amor imenso... tão grande que escorre dos teus dedos e vem pulsar aqui, desse outro lado da tela, nesse coração que tanto deseja que o teu amor se cumpra.

Beijos muitos!!

Késia Maximiano disse...

Eu vou!

Lindo blog, belissimo texto..
Tá de parabens!
Super beijo

Isaque Viana disse...

Cabecinha-de-nós-todos, tá mó legal e pá, e pans, e tchuprau, e tchuprei... yeahh! Sk8! sk8!

rs

ó
Pra você, o todo-tudo de sempre.
sempre.

kiaraguedes disse...

o que mais gosto dos lays que vc escolhe é que quase todos sao verdes...rs.

e quanto ao lindotexto: que bom que ainda o sentes, significa dizer que algo importante ainda tens a perder...

Bjs Linda!

Anne disse...

Ahhhh, que liiiiindo que ficou o seu blog! Amei, que bom que encontrou um tão lindo pra substituir aquele falhado...rs. Ficou perfeitinho!!!

A parte do post eu vou pular, falar de amor não está sendo bem a minha praia. É lindo, é perfeito, mas não é pra mim (agora).

Mais uma vez, amei a carinha nova!
Bjos, menina linda, amo-te

Késia Maximiano disse...

Brigadão pela visita
Adorei!
volte sempre que puder
super beijo

Beatriz disse...

Adorei as novidades! Um lay de extrema suavidade. Mui belo!

Os textos, ah, teus textos, amiga, fico a imaginar a delicadeza com que pegas as palavras e vai entrelaçando uma a uma formando uma rede onde ao final nos deixa repousar a alma para refletir sobre a beleza de tudo. Nunca se sai daqui como se entrou. Sempre saímos com os olhos inundados de grãozinhos de estrelas, e nosso caminho fica enfeitado por um longo tempo, enquanto a nossa alma "se veste de sorrisos de ti".

Que te chegue, no roçar das asas de um bem-te-vi, o beijo de um lindo anjo azul.

O meu beijo vai por aqui mesmo, inundado com o meu carinho.