14 de novembro de 2008

Dois

14 de novembro de 2008.

"Somos todos anjos de uma asa só:
É preciso nos abraçar para voar."
Mário Quintana

Desejaram voar. Ocuparam cada lado as palmas a ganhar o extenso. Asas unidas, finalmente, de encontro ao par. Seus portos diminuindo no antes, o horizonte ganhando o agora em diante. Vontades unidas, voar. Dois em um... Flutuando, amantes.

7 comentários:

Van disse...

Lindo Patty.....
Ser um, mesmo sendo dois. A metade perdida, a parte que faltava pro vôo completo. Lindo. Lindo.
Beijucas

rogeriomarcal disse...

Lindo texto.
A sutileza do encontro e o união que leva a horizontes por onde se uiser ir.

=)

Bom final de semana. Bj

Beatriz disse...

Ser uno com a pessoa amada... voar com apenas um par de asas... flutuar como amantes na imensidão da noite que acolhe corpos e almas... suprema ventura!

Te deixo uma gotinha de chuva na tua tarde e um beijo no coração.

Sunflower disse...

até caminha eu preferiria junta, sabe?

beijas

Mai disse...

Olá Patrícia, o que mais me impressiona em tua poesia é que consegues aguçar meus sentidos com o mínimo de palavras e o máximo de emoção.
Lindo isto! Lindo!

Monday disse...

é incrível como pequenos textos podem fazer uma beleza tão grande, não?

Ígor Andrade disse...

Um horizonte acompanhado. Flutuar sempre.
Beijo, Pati-pacotinho!