26 de fevereiro de 2009

Porque eu gosto do teu nome

Vou passar de minissaia vermelha, salto quinze, argolas nas orelhas a frente do pelotão de fuzilamento.

E eu vou chegar.

_ Bom dia, Coronel.

Leia Mais

18 de fevereiro de 2009

em busca da maiúscula

"Será que existe alguém
Ou algum motivo importante
Que justifique a vida
Ou pelo menos este instante?"

saí assim: sem estrutura para apoiar a minha crença, sem escoras para as minhas certezas, não tão certezas agora. num impulso sem amputar as mãos, passo a passo editando este chão, na repulsa do tal coração que é meu e expulsa meu passado longe, teu desejo à sorte de dizer pequeno o que minha memória incendeia, é tarde. esta mágica não me engana, nem assanha, desmancha as manhas que jamais me funcionaram glórias. relapsas, tão trágicas quanto a falha da forma criada por cores primárias das correntes sugando os filetes, liquido rubro, que percorrem os passos feridos e estacionam sobre minha rigidez.

eu tenho, porém, os braços - é certo - abertos e salvos.

"Eu vou contando as horas
E fico ouvindo passos..."
(Leoni)

Leia Mais

4 de fevereiro de 2009

(um fôlego, apenas)

"Vale a pena sublinhar que os doentes mentais,
quando munidos de algum estudo,
têm quase sempre a tendência irresistível de expressar-se por escrito,
tentando disciplinar suas divagações no molde de um tratado filosófico
ou de uma composição literária."
(Juan José Saer, 'As nuvens')



A criação e manutenção de blog caracteriza-se por reticências. Desejei recordar-me dos motivos para o fazer nascer. Lembrei-me? Não escolhi os membros que sutento, traço o meu caminho com os pés ainda embrulhados e enlaçados por fita vermelha de presente. Componho o cenário do mundo que vivo pelas palavras que desenho, meu sorriso nas curvas, minha pressa em linha reta. É assim que acabo inspirando e aspirando e inspirando e aspirando e inspirando e aspirando as minhas patologias. E prometo, até assino, por mim e comigo, terminar de respirar minhas idéias assim que eu me ausentar delas.

___

Escrevendo a dissertação-de-mestrado mode: ON.
Escrevendo além-da-dissertação-ainda-nos-pensamentos mode: ON.
Tempo? OFF.
Até.

Leia Mais