31 de março de 2009

Fidelidade

"Tua única obrigação em qualquer período da vida
consiste em ser fiel a ti mesmo."
(Richard Bach)


Se fosse resumindo-me em olhos que tocam, seria o que busco incandescente. Mas admito outros aspectos que não pude deslocar antes, e ouso agora, esbravejando o pulsar, remar a minha voz junto à salvação do que é posse nascida. Vale a curva aos ímpetos em favor dos delimites não-meus? Eu quero o azar que me faça rir, a má sorte que me torne imperadora e aflore os desenhos nas atmosferas escondidas atrás da porta onde guardo os meus começos, os meus fins iniciais. Declarar quem de fato me lanço em pensamentos exatos. E após o repouso de minhas recusas, ser carregada em braços firmes, lavados de alma fiel. Eu embarcaria no espírito da liberdade e não mais trairia nem as minhas íntimas súplicas enraizadas na cor vibrante do coração sem quintal, nem as minhas ânsias nascidas junto ao espírito e iminente nas pontas dos dedos. Lavrado colo em direção de mim, cúmplice e protetor do espaço que é direito nesse Meu mais Nosso antes de sempre, o depois. Sairia daqui e assumiria a primeira pessoa que paciente aguarda-me. Eu, meu nome. E iria a cada mordida nos lábios, indício de por aonde seguir. Peito aberto, escancarado, os olhos cegos aos preços dos sentimentos. Composta e livre dos impasses, às fronteiras. Eu-minha, doada ao horizonte que eu pretender: deixaria de não me identificar mais, estaria fora dos lugares. Exijo estar onde eu, de uma vez por todas, seja alguém para começar a existir.

10 comentários:

Monday disse...

ah, minha menina linda está querendo crescer ...

passo fundamental: fechar os olhos ao preço dos sentimentos!

passo final: ser você, não importa o que o vento diga ...

e o melhor de tudo, é que a gente vai junto com você ...

bjks

.raphael. disse...

Sabe aquele clichê: Feche os olhos e seja feliz. Não! Busque por outro, Abra os olhos e tire do caminho aquilo que atrapalha. (Isso eu sei que vc sabe fazer muito bem)

Para ser feliz, porque não busca-lo!?

acho que Pessoa diz isso em algum ponto!

E quer melhor felicidade que a si próprio!?

Beijo sempre! :)

Sam disse...

Se as pedras estiverem no caminho, pule-as, saltitando feliz.

Se muito grandes, desvia!

mas sim... seja fielmente feliz!

mEU BEIJO!

Mai disse...

Pat, eu sou péssima fisionomista e jamais faria retrato falado.
Mas as palavras são como tatuagem na minha memória...
A impressão que eu tenho é de já haver lido aqui, algo muito, muito próximo deste texto.

Ou os amores estão reencontrados ou eu estou ficando gagá e senil...

Mas é lindo isto.

Muito mesmo.

Patrícia Lage disse...

Sim, Mai
Este texto já esteve aqui antes.

O fiz presente de novo porque alguns princípios são encarados por mim como inéditos sempre, e eu me obrigo a 'conhecê-los' periodicamente. Certas releituras funcionam como primeiras.

Luana Ferraz disse...

Isso tem sido tão deliciado, fideliadade a nós mesmas principalmente...

Um beijo.

Sunflower disse...

Para a sua exigência, eu bato continência, Pati, há muito quero isso. Ondé é, hein? Tucuruí, será?

beijas

Vanessa disse...

Olha eu aqui :)
Me lembro desse texto, e claro, ameiiiii!!! Inclusive "furtei" um trecho dele para mim rsrs...

Saudades

Beijos

Nanda disse...

como se fosse um hino, um hino a ti mesma e a mais ninguém.


Beijo meu

devaneiosviscerais disse...

Impossível alguém com tal vontade não exitir. Esse lugar todo está em você, e basta piscar os olhos que ele te rodeará quando e onde quiser, a qualquer momento.

Belíssimo texto. =)