8 de agosto de 2009

(re)ação

o ar e a preparação da aurora
o silêncio de lá, palavra muda
continuo:
eu grito pedidos por decisões...

sozinho,
meu corpo explode.

5 comentários:

Talita Prates disse...

Uau, que forte!
Belo texto, Patrícia.
Bjo e paz. :)

Mai disse...

Hoje eu escrevi sobre força ígnea, ímpeto, im_pulso e tudo significa ação...
E contemplação e meditação é uma não-ação que não é passividade mas é um modo de seguir o fluxo que é compreendido como nada fazer e, estranhamente nessas duas palavras sim, a AÇÃO está presente.

Abraços, mínima-máxima.

Rafael disse...

Eu gosto quando as coisas explodem.

Monday disse...

às vezes, é só no berro mesmo ... senão, não anda!

Ígor Andrade disse...

Que lindo, Pati!
Abração!