18 de setembro de 2009

Do que se constata

Hoje eu vi o progresso matar um suspiro. Parou o tempo. Agora o sangue escorre sobre a ferragem, e ruge.
O que sobra da vida é ferrugem.

20 comentários:

Monday disse...

Menina linda cada vez mais linda a cada foto que põe aqui:

sobra a ferrugem, porque é ela quem vem por último ... mas por baixo dela, ainda está tudo lá, só esperando a nuvem passar ...

Erica Maria disse...

Adoro seus textos: breves e profundos...

Te leio lá no Versos de Falópio e te linkei no meu blog.

Bjos:)

vinilliterario disse...

Ferrugens são eternas. É o que diz a vã filosofia.

Marcos Satoru Kawanami disse...

eu vou aproveitar que hoje é domingo, e vou passar o dia inteiro lambendo o trilho do trem, porque estou com anemia.


=D
marcos

Mai disse...

Mas há coisas que o vento não leva, a traça não destroi o a ferrugem não corrói.

Indeléveis...
Teus textos são notas preciosas que soam no sempre de coisas indeléveis.
Sei lá o que é que consegues com as palavras, Pat, sei que elas ficam, impregnam e se espalham.

Beijos, querida.

[ rod ] ® disse...

o suspiro que modifica um desejo imóvel ao tempo... pena não podermos substancialmente erguer todos os suspiros... bjs moça.

Renata de Aragão Lopes disse...

Gostei tanto daqui, Patrícia,
que incluirei seu espaço
entre minhas "delícias alheias",
para que possa acompanhar de perto
a sua produção literária.

Um beijo,
doce de lira

Katrina disse...

e tétano

=**

Nanda disse...

ah! tuas palavras são lindas.
corroem o ferrugem da vida.

adoro aqui.

Sunflower disse...

ferro da evolução, mais o ar do suspiro, e as lágrimas pelo suspiro que se foi.

Ferro, água e ar = ferrugem.

Mas, ainda bem que não se corrói calado.


beijas

Sujeito Oculto disse...

Uau! Quase um hai-kai. Lindo.

Emerson Souza disse...

Bonito, bastante bonito.

Priscila Lopes disse...

Esse teu mínimo instaura uma aura de leveza no leitor.

Rafael disse...

É, viver enferruja...
bjs

Dauri Batisti disse...

Hoje eu vi o progresso esconder a paisagem. O que sobra é a nostalgia.

Suas palavras são boas de ler e de pensar.

Beijo.

meus instantes e momentos disse...

gostei daqui.
Penetrante teu olhar, bonito de ver.
Maurizio

Estava Perdida no Mar disse...

Um suspiro só. E o momento já passou

GUILHERME PIÃO disse...

Infelizmente o progresso desenfreado, sem regras, mata tudo mesmo.
Abraços

Palazo disse...

Sangue gera a ferrugem
Da ferrugem vem o Tétano
E do Tétano a morte
Triste morte

Beijos pescadora

Ps. Saudades...

isaque disse...

ô pati... saudade!