20 de dezembro de 2009

Via de mão dupla

Aí,
eu te pego inteiro,
faço o favor de tirar a tua roupa toda,
te refresco com minha respiração ofegante nas raízes dos teus ouvidos.

Daí,
você esquece a fórmula do físico e deixa essa natureza se ocupar da minha matéria tão ansiosa quanto às tuas pernas.

4 comentários:

Hneto disse...

Todos os caminhos dessa via dupla, vivos os atalhos.

Erica Maria disse...

Mas é encantador...

Bjos, adoro o q escreves.

Bom natal.

Mai disse...

Paty, li, vi, fechei os olhos e abri um sorriso. Bela dupla.

beijo e feliz tudo.

Talita Prates disse...

Adorei! Genial. Sensualmente genial!

Bjo.