7 de fevereiro de 2010

Hoje

É em dias assim, momentos assim, conversas assim os quais eu constato a única saudade possível:
abraço que é pura compreensão.

5 comentários:

Ígor Andrade disse...

Eu te entendo, Pati...

Abração!

Tatiana F. disse...

Um abraço bem forte e longo!

.raphael. disse...

um abraço então, cheio de (quase) compreensão!

heehhe

beijos com chocolate :D

' Rôh disse...

É isso aí...

abraço que é pura compreensão. ]2

então, um abração! rsrs


Roh~

Fabio Rocha disse...

Curto mas diz muito...