1 de junho de 2010

Pontuando

De todos os sinais, eu gosto de reticências. Pela sonoridade, pelo passo a passo, por essa coisa incômoda e doce de sempre ter esperança.

7 comentários:

Fabio Rocha disse...

Jurava que isso era do Quintana... :)

Mai disse...

E nesse lento caminhar, sempre há tantas possibilidades...
amei isso, Pat.
beijos, queridíssima

.raphael. disse...

a reticência é a vida! :D

Raysla Camelo disse...

Eu não gosto de reticências. Prefiro o sim, o não, o "é isso e ponto". O talvez, a dúvida, a possibilidade do desconhecido me apavora.
Eu me apavoro comigo mesma.

=)

Erica Maria disse...

Então temos algo em comum,

Lindo Flor!

Bjos!

Maria disse...

Sabe que eu também?!

...

beijos doces

Ana Claudia disse...

Ai...